segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

ÉTICA ANTI-ÉTICA

ÉTICA ANTI-ÉTICA

Já foi o tempo em que as ruas eram palco de manifestações e de grandes greves, onde a população se unia motivada e com ideais bem estruturados. Hoje, isso se resume a uma certa comodidade que enraiza os brasileiros, como se não fosse possível fazer mais nada. Cada indivíduo se fecha com seus pensamentos e nada, ou quase nada, faz diante de suas indginações.
São tão rotineiros os mais variados escândalos evolvendo políticos e autoridades que se torna complexo discutir a ética nacional, quando aqueles que deveriam ser os primeiros a zelar o país colocam em prioridade seus interesses. Infelizmente, a nossa História não ajudou. Desde os tempos coloniais, os mais poderosos dominavam e tiravam proveito dos mais fracos . O sentimento real de paixão a pátria, aqui, nunca existiu. Começamos sendo explorados, e fatidicamente continuamos assim. O que mudou, até de maneira intrigante, foi como a chamada “massa de manobra” ou mais genericamente, a população, reagiu diante desse fato. Hoje, é mais comodo dizermos que “ O Brasil não tem mais jeito” e continuarmos assistindo pacificamente a novela. E em raros momentos (como a Copa, a exemplo) enchermos a boca e dizer “Brasil eu te amo” desfrutando assim, do que resta do nosso nacionalismo as avessas.
Mas diante de tantos escândalos e vergonhas como o cidadão deve se comportar? É preciso maior envolvimento. Atualmente, graças a tecnologia dispomos dos mais variados meios de comunicação. O acesso a internet facilitou e trouxe mais rapidez na disseminação de idéias. É possivél acompanhar em tempo, se não real, muito próximo o que acontece no mundo. Seja na parte política, econômica ou social. Existem diversos sites que discutem e interagem com o leitor a respeitos do que acontece dentro e fora do Brasil. Está faltando aqueles jovens que nas décadas de 70 e 80 fervilhavam revoltosos com o abuso de poder, a falta de oportunidades e tudo aquilo que julgavam incorreto. Está faltando aquilo que antes mesmo reprimido, dava força para dizer “Não” diante do que não agradava. Se a ética nacional está se apagando, nos resta apenas tentar impedir que ela desapareça por completo.

Foi oq deu pra fazer em menos de uma hora e com apenas 30 linhas, para redação do ENEM! se eu fosse ser a Bela daqui do blog, acho que minha redação ia ser anulada! hahaha..
dentro dos "quadrados" impostos, foi isso que saiu. Não desgostei, mas não é minha cara!
Opinem! =)
saudade daaqui!
beijo pra todos!

4 insanidades:

Vítor Torrez disse...

Belaaa!
Adorei(principalmente pelo fato de tu ter voltado a postar ;D)!
Acabei falando na minha redação sobre isso também... como a população se acomodou com essa situação absurda...
Hoje ninguém mais reclama, ou, se reclama, é só um comentário pra preencher o espaço de silêncio no intervalo das novelas...
Nem mesmo os jovens mais tem coragem ou noção de que é o nosso futuro.. E com isso acabo me incluindo... Acho que sou meio pseudo-revolucionário mesmo... mas acho que tô mais perto de mudar algo do que aqueles que nem isso tentam ser...
Enfim, adorei o texto ^^ E fiquei impressionado por tu ter feito isso com o tempo do enem o.o' o meu eu até gostei, mas não chega aos pés desse ;D
Beeeeijos

Carmen Mazeo disse...

Olá, alguns anos atras eu comecei um blog chamado Misantropia Momentanea (http://misantropiamomentanea.blogspot.com.br/). Acabei perdendo aquela conta; resolvi começar outro esse ano e estou entrando em contato com todas as pessoas que liam o MM. Se for do seu interesse, gostaria muito que desse uma passada no meu blog novo!
Link: http://saidthegiant.blogspot.com.br/

Obrigada,
CM

Anônimo disse...

Τhanks for finаlly talκing about > "�TICA ANTI-�TICA" < Liked it!

Also visit my web site; mοusе
сlick the next dοcumеnt

Anônimo disse...

nhd89it9gbio7h ç´´ =[=.,h hik8r hihy yuioftgn gyikhn bhj njuorm nio9i yhj 9mng[´polgb n09iuyrghjkçdhjk ´poygh,ouhy pygbhnmmn uhlkfkjn

© 2008 Por *Templates para Você*